Intercâmbios

COORDENADORIA DE INTERNACIONALIZAÇÃO

1. APRESENTAÇÃO

A internacionalização é uma das diretrizes da Unisanta. A Universidade entende que o estabelecimento de cooperações com entidades de diversos países é de suma importância tanto para implantar novos laços de integração quanto para manter, revisar, atualizar e fortalecer aqueles já existentes.

Por princípio, o programa de internacionalização da UNISANTA insere a dimensão internacional na cultura e na estratégia organizacional, buscando a excelência nas funções de ensino de graduação e pós-graduação lato e stricto sensu, pesquisa e extensão comunitária e no processo de oferta e capacidades da Universidade, cumprindo assim os objetivos que emanam da sua missão.

Consequentemente, a internacionalização da Unisanta promove o reconhecimento e o respeito pelas diferenças e pela identidade cultural, ao invés de somente reagir diante das forças externas resultantes da globalização que, ao contrário, desenvolve apenas a homogeneização.

2. METAS

  • Ampliar e consolidar a Unisanta como uma instituição global que forma líderes internacionais em ambientes multiculturais;
  • Fortalecer o corpo docente numa perspectiva internacional e qualificá-lo para ter domínio de idiomas e tecnologia, sem perder o foco no contexto local;
  • Assinar acordos de cooperação internacional interinstitucionais visando à mobilidade de estudantes e professores;
  • Promover e divulgar a produção da Unisanta no exterior;
  • Fortalecer a posição da UNISANTA como centro nacional e internacional de referência;
  • Integrar a dimensão internacional e intercultural às metas e funções do Plano Diretor Acadêmico.

3. FALE CONOSCO

A Coordenadoria de Internacionalização (CoI) está localizada na Rua Oswaldo Cruz, 266, Bloco L2, 3º andar, Conjunto 1, Sala 3.

Coordenador: Prof Dr Daniel Siquieroli Vilas Boas
Telefone: (13) 3202-7167
Quintas - 18h30 as 21h00 e Sextas - 13h00 as 18h30.
daniel@unisanta.br

Secretária: Cláudia Venturini
Telefone: (13) 3202-7167
Segunda a Sexta das 08h00 as 12h00 e das 13h00 as 17h30.
claudiaventurini@unisanta.br

4. CONVÊNIOS

A Universidade Santa Cecília (Unisanta) mantém intercâmbio com diversas universidades da Europa, Estados Unidos e América Latina, para aperfeiçoamento de estudos de alunos e professores, estes em nível de pós-graduação.

Os critérios de admissão aos cursos em outros países no Exterior dependem das universidades do Exterior e, em alguns casos, dos respectivos governos de seus respectivos países.

Geralmente, as instituições de ensino daqueles países exigem dos candidatos propostas de estudos bem fundamentadas, em consonância com as pesquisas por elas desenvolvidas. O aluno deve ter boas notas e encaminhar todos os documentos exigidos.

GRADUAÇÃO

Atelier Interuniversitário de Microeletrônica (AIME), do Instituto Nacional de Ciências Aplicadas, em Toulouse, na França, um dos maiores polos de tecnologia da Europa. Público-alvo: estágio para alunos de Engenharia Eletrônica, Elétrica e Engenharia de Computação da Unisanta.

Ciências sem Fronteiras – Capes e CNPq – os alunos podem se inscrever nas chamadas do Programa. Ciência sem Fronteiras é um programa dos Ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC), que busca promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e da competitividade brasileira por meio do intercâmbio e da mobilidade internacional. Publico alvo: alunos de graduação com nota de ENEM superior a 600, proficiência na língua estrangeira e estar cursando entre 20 e 90% da graduação.

Universia. Ações em universidades iberoamericanas.

PÓS-GRADUAÇÃO

Instituto Superior Técnico de Lisboa (IST) Hidromod

Universidade de Gênova – Universidade de Gênova. Referência na Europa na área de Logística. Pesquisas conjuntas, intercâmbios, realização de atividades acadêmicas e científicas, cursos, conferências e seminários. Áreas: Gerenciamento Logístico; Simulação e Treinamento Portuário; Projetos Industriais; Gerenciamento de Risco; Projetos de Desenvolvimento de Sistemas Complexos; Sistemas de Geração, Transmissão, Distribuição e Controle de Energia Elétrica e Sistemas de Termofluidos Mecânicos.

REDES INTERNACIONAIS DE PESQUISA

Projeto Alfa – Projeto Alfa. Rede CUETEAL (Cooperação Universidade – Empresa nas áreas de Engenharia, Economia e Logística de Transporte) com as Universidades de Las Palmas (Espanha), Belgrano (Argentina), Porto (Portugal) e Le Havre (França)

Instituto Politécnico de Bragança, Portugal

Projeto Erasmus Mundus, financiado por países da União Europeia. Público-Alvo: graduados pela Unisanta interessados em fazer mestrado, doutorado e Pós-doutorado na área de Águas e Gerenciamento Costeiro.

Cátedra Unesco. Participação das Universidades de Algarve (Portugal), Bergen (Noruega), Cádiz (Espanha) e Plimouth (Inglaterra). Intercâmbio de alunos, professores e pesquisadores.

Universidade de Lisboa. Instituto de Ciências Jurídico-Políticas da Faculdade de Direito. Público-alvo: Alunos de Direito.

Universidade de Coimbra. Público-alvo: Alunos de Fisioterapia, Administração, Direito, entre outros.

Universidade de Santiago do Chile.

Portos da Europa - Visita técnica aos terminais portuários da Antuérpia (Bélgica) e de Rotterdam (Holanda). Público alvo: alunos de Engenharia, Administração, Direito e Biologia.

5. SUPORTE FINANCEIRO

Os estudantes envolvidos no intercâmbio deverão pagar as taxas acadêmicas, quando existentes, em sua Instituição de origem, com desconto especial. As demais despesas (viagem, hospedagem, etc.) poderão ser financiadas pelo governo, por órgãos externos ou ficarão a cargo do próprio estudante. A Unisanta oferece bolsas para os alunos de intercâmbio, desde que seus projetos estejam aprovados em programas institucionais da Universidade ou cadastrados em agência de fomento estadual ou federal ou, ainda, em programas específicos de intercâmbios com outros países.

Os docentes e membros da equipe técnico-administrativa envolvidos na mobilidade não pagarão taxas na Instituição receptora. As demais despesas (viagem, hospedagem, etc.) correrão por conta do interessado, que poderá procurar financiamento junto a órgãos externos ou por conta da Instituição de origem, desde que haja disponibilidade financeira para tal.

6. EDITAIS ABERTOS