Avaliação Institucional

A avaliação na UNISANTA tem sido, nos últimos anos, uma preocupação constante de seus integrantes, como um esforço participativo que visa refletir, diagnosticar e propor encaminhamentos em prol da melhoria do seu desempenho institucional e pedagógico.

Tendo em vista esse aspecto e por entender a avaliação institucional como um esforço participativo que visa refletir, diagnosticar e propor encaminhamentos em prol da melhoria do seu desempenho institucional e pedagógico, bem como do aprimoramento e explicitação do seu projeto institucional e da sua concepção de gestão universitária, a UNISANTA, em atendimento às diretrizes do Ministério de Educação, desde 1999 vem desenvolvendo diversas atividades.

Foi assim que naquele ano foi criado o Núcleo de Avaliação Institucional – NAI (aprovado pelo CEPE, homologado pelo CONSUN – Resolução nº. 19/99 de 19/08/99), com a finalidade de rever e aperfeiçoar o seu projeto acadêmico, através da inserção de um Projeto de Avaliação Institucional (P.A.I.), espelhado nos princípios, objetivos, metodologia e instrumentos apontados pelo Documento Básico – Avaliação das Universidades Brasileiras/Proposta Nacional e do INEP, constituindo, na Universidade, um amplo fórum de debates e um eficiente mecanismo de mobilização que envolvia toda a comunicação na produção de um refinado conhecimento e juízo de valor, capaz de sinalizar para uma intervenção qualitativa nas relações de trabalho da rotina universitária, de modo que este represente o meio de um processo duradouro entre a organização institucional e o processo de produção e difusão do conhecimento, numa perspectiva maior democratização do saber e da cultura.

A visão do SINAES – Sistema de Avaliação de Educação Superior pelo Ministério da Educação inseriu nova sistemática de avaliação nos IES, fundamentada na necessidade de promover a melhoria da qualidade da educação superior, na orientação da expansão da sua oferta, no aumento permanente da sua eficácia institucional, da sua efetividade acadêmica e social e no aprofundamento de seus compromissos e responsabilidades sociais.

Diante disso, a UNISANTA, cumprindo as determinações da Lei nº 10.881/04, constituiu a Comissão Própria de Avaliação – CPA e cadastrou-a junto ao INEP, a qual tem a função de coordenar e articular o seu processo interno de avaliação, dando continuidade ao trabalho iniciado pelo NAI.

Sendo assim, o objetivo do Projeto de Avaliação Institucional da UNISANTA é proceder, no âmbito da Instituição, a uma verificação do seu desempenho, com a finalidade de rever e especificar sua missão e finalidades acadêmicas e sociais.

O Projeto de Avaliação Institucional da UNISANTA, de acordo com as diretrizes do SINAES, continua a preservar os princípios ético-políticos do processo avaliativo ceciliano, os quais são:

- respeito à pessoa como indivíduo, cidadão e membro da Instituição, e como parte integrante das comunidades interna e externa;

- respeito à diversidade do pensamento, assegurando a convivência na diversidade;

- compromisso com a missão e os objetivos da Universidade, privilegiando-os em detrimento de interesses particulares individuais ou de grupos;

- busca da inovação científico-tecnológica e cultural, de forma criativa, competente e crítica, nos contextos regional, nacional e internacional;

- busca constante da qualificação institucional, que permita inovar sempre, por meio de recursos humanos, dos programas, das ações e da estrutura organizacional, não perdendo de vista sua identidade e seu caráter regional e comunitário.